Royal Collection

Brasil entra para a Royal Collection

royal-sonia.png

Em 2002, Sônia participou da cerimônia de entrega de sua obra Leonard Cheshire no Palácio de Buckinhan, em Londres, para compor a Royal Collection da Família Real Britânica. Esta foi a primeira obra brasileira a integrar a coleção de arte considerada uma das mais importantes do mundo.

A obra foi patrocinada pela Shell, como parte do projeto de apoio à Leonard Cheshire Sociedade Beneficente, idealizada pela Internacional Publicity, organizadora do Grande Prêmio de Fórmula 1 no Brasil.

A Fundação Internacional Leonard Cheshire está presente em 57 países, incluindo o Brasil, no Lar São José do Jaraguá; e foi iniciada quando o herói da aeronáutica dedicou-se a abrigar adultos com deficiência física no período do pós Segunda Guerra Mundial.

A presença da entidade em tantas culturas foi a inspiração de Sônia para conceber a obra. A estrutura principal da pintura é a Torre de Babel que, segundo a Bíblia, deu origem a todos os idiomas do mundo.

A partir da torre, são retratados momentos marcantes da jornada do herói, envolvendo fotos antigas e figuras representando tanto seus colaboradores, como a Shell retratada por uma concha; e o próprio Leonardo Cheshire, piloto da Força Aérea Real.